INCT-CPCT, Fiocruz e CNPq lançam iniciativa de divulgação científica para informar sobre a pandemia de Covid-19

 
COVID19 DivulgAção Científica produzirá vídeos e artigos sobre a doença para as redes sociais
 
Um dos grandes desafios da atual pandemia de Covid-19 é levar informações confiáveis ao público sobre a doença e como preveni-la. Com esse objetivo, o projeto COVID19 DivulgAção Científica vai abrir canais de comunicação direta com a população para, por meio de vídeos e outros conteúdos publicados nas redes sociais, dar subsídios para que os cidadãos tomem decisões informadas, contribuindo para o controle da disseminação do novo coronavírus (Sars-CoV-2).
 
A iniciativa é coordenada pelo Instituto Nacional de Comunicação da Ciência e Tecnologia (INCT-CPCT), sediado na Casa de Oswaldo Cruz (COC), e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). “Com a pandemia, as pessoas têm uma necessidade muito grande de se informar sobre o vírus e a doença, mas, por outro lado, há uma enxurrada de informações muitas vezes contraditórias e fake news”, diz Luisa Massarani, coordenadora do INCT- CPCT e responsável pela iniciativa.
 
Nesta etapa do projeto, duas linhas de vídeos serão lançadas. “A primeira pretende dar visibilidade ao que os cientistas brasileiros têm feito para combater a pandemia. Outra linha será dedicada a temas controversos e que têm gerado dúvidas, como o uso de máscara e a da cloroquina”, explica Luisa Massarani. Segundo a pesquisadora, pelo menos dois vídeos devem ser publicados a cada semana.
 
“É nosso objetivo, também, valorizar a importância da ciência internacional e especialmente a brasileira no enfrentamento da pandemia. Por isso, criamos esta iniciativa, que visa oferecer informações confiáveis às pessoas, de forma que elas possam tomar decisões bem informadas”, ressaltou a pesquisadora, que também coordena o Programa de Pós-Graduação em Divulgação da Ciência, Tecnologia e Saúde da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz).
 
Também serão compartilhados links de notícias, artigos e outros materiais relevantes.
 
O conteúdo informativo pode ser acessado no Twitter, Instagram, YouTube e Facebook.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

top